Quarta-feira, 16 de Dezembro, 2009

 

   
 
 
 
Durante o primeiro período da disciplina de Físico Química, trabalhei e estudei o tema da luz, nomeadamente, a dispersão da luz branca em todas as suas cores constituintes. A luz branca é formada por sete cores (vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil, violeta), as quais possuem diferentes características de onda, nomeadamente, comprimento de onda e frequência. A dispersão da luz branca é obtida pela utilização de um prisma triangular de vidro, ao qual também se dá o nome de prisma crosmático.
 
Ao contrário do que se sucede nas tintas (são necessárias todas as cores para formar tinta branca), para se formar luz branca apenas são necessárias três cores primárias, verde, azul e vermelho. Além disso, a partir dessas três cores é possível criar todas as outras que constituem o espectro da luz visível ou luminoso.
Por exemplo:
  • Verde + Vermelho = Amarelo
  • Vermelho + Azul = Magenta
  • Azul + Verde = Azul Turquesa  
 
Logo, as únicas cores necessárias para a nossa visão são o azul, o vermelho e o verde. Ou seja, a interpretação de cada cor de cada objecto, a qual resulta da reflexão da sua cor original, obtêm-se a partir dessas três cores primárias. Imagina que, num dia de sol, a luz solar (a qual é considerada branca) reflecte o verde e o vermelho e apenas o azul era absorvido. Neste caso, o objecto seria de cor amarelo, já que a junção das duas cores origina a cor amarela.
 
O nome do Físico a que é atribuído esta descoberta é Issac Newton.
 
 
 

Na minha opinião, este foi um tema muito divertido de trabalhar, pois, além de ser fácil, é um assunto que se encaixe no nosso dia-a-dia, ou seja, encontra-se muito presente, tornando-se, assim, ainda mais interessante.

 

 

 

 

publicado por inacio4 às 01:22

mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


arquivos
2010

2009

pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro